A decisão de comprar um imóvel é muito importante e não pode ser feita com pressa, principalmente se esta aquisição envolver um financiamento. O risco de o mutuário enfrentar problemas financeiros é muito grande, principalmente no Brasil, onde as incertezas quanto a economia e apolítica sempre estão nos rondando.

A escolha do financiamento depende do poder aquisitivo de cada um e um bom planejamento é fundamental para que não ocorram surpresas desagradáveis. É importante conversar com a família e avaliar o total de despesas antes de fechar o negócio. Nunca comprometa mais do que 30% do rendimento familiar com nenhum tipo de financiamento.

Também é importante não dar um sinal muito alto, o consumidor poderá perder o investimento se o financiamento for negado. O ideal é que esse valor não ultrapasse 10 mil reais.

O comprador também não pode esquecer de colocar uma cláusula de devolução, no caso de haver problemas com a documentação do vendedor e verificar quais são os documentos necessários para entrar com pedido de financiamento no banco e fazer um seguro, que deve ter seu valor incorporado ao valor das parcelas de financiamento, veja casa para alugar em presidente prudente

.